Dá pra ganhar dinheiro com Software Livre ou Open Source?

Usando Open Source

Acredito que muitos leitores usem ou já usaram algum software livre ou open source, ou mesmo já tenham participado em alguma melhoria, desenvolvimento ou implantação. Eu faço uso destes softwares diariamente, e quando desenvolvo alguma coisa nova como o projeto que estou atualmente de controle de horários para dispositivos móveis, sempre utilizo de algum componente livre. Antes de continuar, preciso deixar claro o que mais se fala entre os mentores do pensamento livre: “Free software is a matter of liberty, not price”, ou seja, software livre diz respeito a liberdade, não ao preço. O open source possui as mesmas caracteristicas técnicas que o software livre, porém evita fazer com que sua base seja vista como algo político. O open source soa mais comercial que o software livre e será o que vou utilizar no decorrer do post.

Uma questão financeira

Como muitos, possuo uma dependência financeira e supro esta dependência trabalhando (o blog não é trabalho, rs). Sempre penso em como posso melhorar os ganhos financeiros sem que para isso tenha que trocar de empresa, o que em alguns casos torna-se inevitável. Muitas vezes me perguntei como que o pessoal que trabalha desenvolvendo open source ganha dinheiro, e voltei a entender que desenvolvedor recebe sim algum dinheiro, mas que poderia ganhar mais se ele realmente vendesse o produto. Em uma ideia simplista do ciclo de vida de um projeto open source, alguém tem uma idéia para resolver um problema ou para ter uma alternativa melhor ao que se é oferecido de software. Ele procura sites como FSF, OSI ou sourceforge.net para colocar uma licença free/open source e disponibiliza. Outras pessoas na comunidade podem usar e alterar o programa de acordo com a sua necessidade e devolver a alteração ou melhoria para o projeto. Mesmo que o “dono” da idéia não altere mais o programa, a comunidade poderá fazer este trabalho e sempre haverá atualizações em um ciclo infinito. Claro que este é o caminho feliz em que tudo dá certo e também o que vou considerar. Agora a pergunta: quem financiou tudo isso? Sabemos que a internet não sai de graça, nem a hospedagem e muito menos manter um data center. Sem falar no tempo de desenvolvimento que se compararmos ao custo de uma equipe de desenvolvimento em uma empresa, seria impraticável para uma pessoa com uma idéia apenas concluir tudo sozinha. Bom, estudando um pouco mais sobre o assunto, esta é uma possibilidade porém muitos projetos surgem de empresas interessadas em ter um produto open source com custos reduzidos. Isso ocorre pois uma vez disponibilizados, desenvolvedores de outros locais e interessados passam a participar do projeto contribuindo.

Ganhe dinheiro

Listo aqui as formas que considero possíveis e viáveis de se ganhar dinheiro com Open Source:

– Trabalhando: Talvez você não tenha se dado conta, mas se é desenvolvedor ou administrador e utiliza open source, já está ganhando dinheiro devido ao conhecimento que você possui e estão pagando pelos seus serviços. Serviços inclusive é o que dizem ser o produto ao qual se paga e não o software em si.

– Desenvolvendo: Se é um ótimo desenvolvedor, pode conseguir patrocínio de empresas como Red Hat, Sun (agora Oracle), IBM ou outra empresa que invista no conceito open source. Estas empresas se beneficiam do open source e estão dispostas a patrocinar diretamente alguns desenvolvedores. Ainda que não consiga patrocínio, pode conseguir doações diretas. Conheço um administrador linux que fez um script e disponibilizou como “open source”. Criou uma conta no paypal e mantinha o script. Desta maneira, outros que também se beneficiavam do script doavam uma quantia, que poderia variar. Era pouco dinheiro, mas pagava ao menos a conta da internet. A participação em um projeto open source também é bem vista para alavancar novas oportunidades na carreira.

– Vendendo: Hummm. Essa é a parte realmente interessante. A empresa mais bem sucedida por vender open sources é a Red Hat, que possui diversos produtos mas sendo o principal a distribuição Red Hat e o suporte oferecido. Conforme artigo da revista CIO, a Red Hat possui um time de especialistas para unir, congelar, testar, corrigir e lançar uma nova versão. Estes especialistas ganham conforme os itens anteriores e a empresa em si ganha com as vendas. Não é proibido vender softwares open sources, mas uma vez vendido deve-se pensar no serviço de suporte que você irá oferecer. Em vendas, entra diversos outros itens que podem ser explorados, como venda de suporte, venda de módulos específicos, venda da montagem de infra estrutura, entre outros. Na minha opinião, a venda é o ponto onde é possível um maior retorno financeiro que nos outros casos.

– Licitações: É possível ganhar licitações que pedem serviços em open source, desde que você seja certificado na ferramenta e não hava outro concorrente que seja certificado. Sendo certificado na ferramenta, você é comprovadamente o único que pode provar que pode realizar o serviço solicitado. O edital da licitação precisa ter uma lei específica mencionada ou essa lei é válida para todos, uma informação que não tenho detalhada mas que se interessar, vale a pena pesquisar.

– Venda de conteúdo: Deixei esta venda separada pois acho um ponto importante. Neste caso, você precisa entender da ferramenta em si e não de programação. Como exemplo para ficar mais claro, usarei o moodle, software open source para de ensino a distância. Após instalar a ferramenta, é possível que você crie cursos e exporte, ou hospede em algum servidor na web. Desta forma, você pode vender cursos a distância, que seria o conteúdo que você gerou no moodle.

A questão brasileira

No Brasil, há um movimento a favor dos softwares open source. O governo possui o portal do software brasileiro, onde foi determinado que os softwares desenvolvidos para uso no governo serão de uso livre e são disponibilizados no portal. O precursor foi o CACIC, software de monitoramento também desenvolvido com ferramentas open source. O portal foi criado em 2007 e tem crescido rapidamente com apoio do governo federal.

Ganha-se, mas nem sempre é muito

Além de softwares open source, é possível encontrar outros itens interessantes e disponíveis de forma livre, como imagens, livros, textos e provavelmente muito mais que isso. Então respondendo a pergunta do post, é possível ganhar dinheiro com open source. O quanto você irá ganhar dependerá de você e do seu perfil. Independente de onde você atue, estará contribuindo para o aumento em quantidade e em qualidade deste tipo de software.

Referências

Se quiser maiores detalhes entre a diferença entre software livre e open source, você pode olhar no Wikipedia, ou uma análise mais profunda no wiki do software livre. Se quiser ir direto a fonte, acesse a Free Software Foundation para software livre ou a Open Source Initiative.

Veja o artigo sobre o CEO da Red Hat na revista CIO.

Conheça o portal do software público brasileiro e a lista de softwares disponíveis.

Aqui um relato de como o autor conseguiu ganhar dinheiro com o software livre

E finalmente, o livro Producing Open Source Software distribuído gratuitamente. O autor é um dos desenvolvedores do SVN.

Obrigado

Obrigado por aguardar.

Fico por aqui. Comentem, contribuam, ganhem dinheiro.

Até terça que vem.

Eder

Anúncios

4 Respostas

  1. […] post da semana passada saiu atrasado, mas não deixem de ler. Um assunto novo e muito interessante para o mundo de TI que deve mudar […]

  2. Jonh “maddog” Hall dará uma palestra no rio info 2010. http://www.rioinfo.com.br/cgi/cgilua.exe/sys/start.htm?sid=115&tpl=view_INTERNAprogramacaorioinfo2010

    A palestra chama-se como ganhar muito dinheiro com software livre.

    Eder

  3. Muito bom o post, recentemente eu li o livro FREE do chris anderson que fala muito disso também e explica mais como funciona o miolo do mercado open source.

    Legal Éder

  4. […] Outros links relaciondos com o artigo http://brunoalves.blog.br/software-livre-da-dinheiro.html https://todaterca.wordpress.com/2010/07/06/da-pra-ganhar-dinheiro-com-software-livre-ou-open-source/ http://www.michelazzo.com.br/textos/da-para-viver-software-livre-2 […]

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: